System - Configuration - NDG Theme - Browser Support Messages - Unsupported Browser Message

You have reached the website

VOLTAR AO INTRODUÇÃO "CICLO DE VIDA"

COMO TUDO SE PROCESSA: DA CÁPSULA ATÉ AO CAFÉ

As nossas três fábricas NESCAFÉ® Dolce Gusto® estão situadas em Espanha (Girona), no Reino Unido (Tutbury) e desde 2014 na Alemanha (Schwerin).

No que diz respeito ao fabrico das máquinas de café, contamos atualmente com uma empresa alemã cujas principais instalações fabris estão localizadas na China (Shenzhen). No início de 2013 assistimos ao arranque da produção na nova fábrica, cuja propriedade pertence integralmente à referida empresa alemã.

Desafios

Ao longo de toda a cadeia de valor são tidas em consideração as questões sociais e ambientais. Queremos certificar-nos de que, em cada etapa do fabrico das nossas máquinas e cápsulas, os fornecedores cumprem os requisitos no que toca ao abastecimento responsável e às normas de produção.

 

OS NOSSOS OBJETIVOS

Até ao final de 2013, ter 95% dos nossos fornecedores certificados quanto ao Abastecimento Responsável pela SMETA (Auditoria de Comércio Ético dos Membros da Sedex) e garantir o cumprimento do Código de Fornecedor da Nestlé.

 

O QUE FAZEMOS

  • A Nestlé desenvolveu o Código de Fornecedor da Nestlé, de modo a assegurar que os seus fornecedores respeitam e cumprem as normas exigidas nas vertentes de integridade empresarial, responsabilidade ambiental, condições laborais, saúde e segurança. Este Código é complementado pelas Diretrizes de Abastecimento Responsável da Nestlé fno que se refere a determinadas matérias-primas e materiais de embalagem, sendo parte integrante de qualquer contrato celebrado com um fornecedor. As referidas diretrizes satisfazem e excedem as normas de produção responsável internacionalmente reconhecidas.
  • Os nossos principais fabricantes de equipamento original são membros da EICC “Coligação de Cidadania da Indústria Eletrónica” – uma entidade que colabora com a Nestlé a fim de assegurar a conformidade com as normas da Nestlé.
  • Quanto ao fabrico das máquinas de café, os nossos próprios recursos na área de Engenharia e Qualidade encontram-se diariamente nas instalações com o intuito de garantir resultados consistentes no que respeita à Qualidade das máquinas.

SECÇÃO ESPECIALIZADA

 

O QUE JÁ ALCANÇÁMOS

  • Atualmente, 75% dos nossos fornecedores possuem a certificação da SMETA relativa ao Abastecimento Responsável, estando em curso um plano de auditoria para os restantes fornecedores até meados de 2014.
  • Todos os principais fornecedores de materiais de embalagem foram auditados relativamente às Boas Práticas de Fabrico (GMP) e à Segurança Alimentar.

 

Desafios

Para NESCAFÉ® Dolce Gusto®, a torrefação do café gera 2% das emissões de gases com efeito de estufa gerados durante o ciclo de vida da chávena de café. Outros impactes ambientais ocorridos durante a produção estão relacionados com o consumo de água (0,5% de consumo de água durante o ciclo de vida completo), o consumo de energia (3% da energia consumida durante o ciclo de vida completo) e com a produção de resíduos.

 

OS NOSSOS OBJETIVOS

Melhorar o impacte ambiental, nomeadamente ao nível do consumo de energia e consumo de água, bem como das emissões de gases com efeito de estufa e da produção de resíduos. As fábricas NESCAFÉ® Dolce Gusto® irão contribuir para as metas de NESCAFÉ® de reduzir o consumo energético por tonelada de produto em cerca de 20% (entre 2010 e 2020) e, durante o mesmo período, diminuir o consumo de água por tonelada de produto em cerca de 30%. As fábricas NESCAFÉ® Dolce Gusto® darão igualmente o seu contributo para o cumprimento dos objetivos da Nestlé no que se refere a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa por tonelada de produto em cerca de 35% (até 2015 vs. 2005), e, durante esse mesmo período, produzir zero resíduos para aterro em pelo menos 10% das nossas fábricas.

 

O QUE FAZEMOS

O Sistema de Gestão Ambiental da Nestlé (NEMS) foi implementado em todo o Grupo desde 1996 e aplica-se às fábricas NESCAFÉ® Dolce Gusto®.

 

O QUE JÁ ALCANÇÁMOS

  • As nossas fábricas encontram-se certificadas ao abrigo das normas: ISO 14001:2004 (norma internacional relativa à gestão ambiental), ISO 9001:2008 (norma internacional relativa à gestão da qualidade), ISO 22000:2005 (norma internacional relativa à gestão da segurança alimentar), and OHSAS 18001:2007 (norma internacional relativa à gestão da segurança e saúde no local de trabalho).
  • Os edifícios das nossas instalações de fabrico estão em harmonia com as normas ambientais: as instalações de Girona obtiveram a certificação LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental atribuída pelo Conselho dos Estados Unidos para a Construção Ecológica – USGBC), as instalações de Tutbury, a certificação BREEAM (Método de Avaliação Ambiental do BRE – Building Research Establishment) sendo nosso objetivo receber a Certificação Gold LEED para as instalações de Schwerin.

 

SECÇÃO ESPECIALIZADA

Desafios

As nossas cápsulas foram concebidas para regular a pressão da água em função da bebida que escolher. Trata-se de uma tecnologia sofisticada que também serve para otimizar a quantidade de café utilizada. No entanto, estamos cientes de que as cápsulas originam, desse modo, um acréscimo ao nível do impacte ambiental e da produção de resíduos. Além disso, no que se refere às cápsulas NESCAFÉ® Dolce Gusto®, o fabrico e a embalagem da cápsula é responsável por 24% das emissões de gases com efeito de estufa durante o seu ciclo de vida completo (36% de energia não renovável e 14% de consumo de água).

 

OS NOSSOS OBJETIVOS

Reduzir as emissões dos gases com efeito de estufa que são emitidos com a produção das cápsulas e da embalagem em cerca de 7% entre 2010 e 2015, através de melhoria no seu design e fabrico.

 

O QUE FAZEMOS

  • Trabalhamos ativamente no sentido de otimizar o peso dos materiais presentes na nossa cápsula, ao mesmo tempo que nos certificamos de que os nossos produtos continuam a ser seguros e da melhor qualidade.
  • Estamos empenhados em desenvolver, em conjunto com os nossos fornecedores, materiais plásticos a partir de fontes geridas de forma responsável e com um desempenho ambiental melhorado.

O QUE JÁ ALCANÇÁMOS

Até ao momento não são conhecidos os resultados finais sobre o impacto global destas medidas na nossa proposta de melhorar o nosso desempenho ambiental, mas continuamos a explorar as possibilidades oferecidas por tecnologias e materiais alternativos.

Desafios

As nossas máquinas de café (os materiais, o fabrico e a embalagem da máquina) são responsáveis por 8% das emissões de gases com efeito de estufa durante o seu ciclo de vida completo (9% de energia não renovável e 4% de consumo de água). O contributo global de cada máquina no impacto ambiental depende em larga medida da sua longevidade.

 

OS NOSSOS OBJETIVOS

Melhorar globalmente o desempenho ambiental das máquinas através do aumento da sua eficiência energética, de uma melhoria da reciclabilidade dos materiais no final da vida útil de cada máquina, e da redução da quantidade de materiais necessários para o fabrico de uma máquina.

O QUE FAZEMOS

  • Os componentes das máquinas são otimizados para diminuir os resíduos gerados durante o processo de fabrico (por exemplo, evitando peças pintadas, reduzindo o número de operações de montagem)
  • Melhoramos a reciclagem das máquinas com um menor número de peças e tornando-as mais fáceis de desmontar. Para isto contribui igualmente a otimização dos componentes da máquina.
 

O QUE JÁ ALCANÇÁMOS

A quantificação dos nossos resultados referentes à eficiência energética é apresentada noutra secção intitulada “eficiência energética das máquinas”.

DESAFIOS

O fabrico das cápsulas e as embalagens são responsáveis por 24% das emissões de gases com efeito de estufa ao longo do seu ciclo de vida completo (36% de energia não renovável e 14% de consumo de água)

OS NOSSOS OBJETIVOS

Reduzir as emissões de gases com efeito de estufa que são produzidos pelas embalagens e pelas cápsulas em cerca de 7% entre 2010 e 2015.

 

O QUE FAZEMOS

  • As nossas cápsulas são embaladas unicamente em caixas de cartão reciclável.
  • Na embalagem da nossa máquina, o poliestireno foi substituído por placas de pasta de papel, que são feitas a partir de recursos renováveis passíveis de reciclagem.
 

O QUE JÁ ALCANÇÁMOS

Até ao momento não são conhecidos os resultados finais sobre o impacto global destas medidas na nossa proposta de melhorar o nosso desempenho ambiental, mas continuamos a explorar as possibilidades oferecidas por tecnologias e materiais alternativos.